Consumidor pode economizar até R$ 2,00 na compra da água mineral em Campina

Publicado em 17/08/2017

Se o consumidor pesquisar na hora de comprar o galão de 20 litros de água mineral poderá ter uma economia de até R$ 2,00. É o que aponta o relatório mensal do Procon de Campina Grande para a venda desse item. A pesquisa, realizada nos dias 1 e 2 de agosto, considerou a venda das águas Indaiá, Itacoatiara, Santa Vitória e Sublime.

As marcas que apresentaram uma maior variação de preços no período foram a Indaiá, que pode ser comprada entre R$ 7,00 e R$ 9,00 e a Itacoatiara, com preços oscilando entre R$ 5,00 e R$ 7,00. Representando uma economia de 2,00 reais para quem pesquisar. Já a marca Santa Vitória pode ser comprada entre R$ 5,00 e R$ 6,00, e a Sublime com preços que variam entre R$ 6,00 e R$ 7,50.

Comparando o preço médio do garrafão com o mês anterior, a única marca que apresentou redução foi a Santa Vitória, que registrou em julho o valor de R$ 5,57 e em agosto caiu para R$ 5,50. As outras três apresentaram aumento: a Itacoatiara (3,39%) passou de R$ 5,90 para R$ 6,10, a Sublime (0,91%) de R$ 6,47 para R$ 6,53 e a Indaiá (0,38%) que era R$ 7,86 subiu para R$ 7,89.

Além da pesquisa na hora da compra, o Procon alerta que o consumidor deve estar atento para as condições de armazenamento do garrafão de água. O mesmo nunca deve estar próximo a produtos de limpeza, perfumados ou outros que possam transferir o cheiro à água ou contaminá-la. Também deve verificar se o produto está intacto e se não há sujeira ou alteração da cor.

O mesmo não pode estar exposto à luz solar direta ou fonte luminosa. Sua exposição, nessas condições, pode acarretar a proliferação de algas alterando a cor da água que se torna amarelada ou esverdeada. Essas mesmas condições devem ser observadas pelo consumidor no armazenamento em sua residência. E, por fim, observar a data de validade do vasilhame.

Confira os dados referentes a pesquisa

Relatório água mineral - 759 KB Tabela água mineral - 46 KB